Arquétipo Da Princesa- O Príncipe Irá Salvar-me!

A princesa das histórias infantis tornou-se um arquétipo presente no inconsciente coletivo.Um arquétipo é um modelo de comportamento com características específicas que o tornam único e lendário. A grande maioria das músicas românticas que escutamos colocam os apaixonados numa condição de dependência e fragilidade, exaltando o outro como o responsável pela sua felicidade e paz de espírito. Este arquétipo é vivido com muita intensidade nos relacionamentos, sejam homens ou mulheres. Quem vive este arquétipo responsabiliza o parceiro pela sua felicidade ou infelicidade, espera por um salvador(a) para as suas dificuldades, sofrimento e angústia.

Pessoalmente acredito que todos nós temos momentos em que necessitamos de um apoio, palavra amiga, a luz no final do túnel escuro.No entanto não devemos criar apegos e moletas que escondem o nosso poder pessoal.

O arquétipo do salvador também pode ser tão prejudicial como o da princesa, o salvador ao contrário da princesa responsabiliza-se pelo bem-estar dos outros e pode emaranhar-se nos dramas alheios esquecendo-se de si mesmo.

As histórias que contamos ás nossas crianças poderão inconscientemente gerar nelas fragilidade e relacionamentos de dependência, costumo dizer que muitas pessoas não se relacionam, amarram-se, no meu ponto de vista os relacionamentos equilibrados não aprisionam ou sufocam o outro, muito pelo contrário.

Desde criança que acredito que podemos encontrar em todas as coisas um motivo para nos sentirmos Vivos e a salvo, em cada sorriso, gesto, flor, pessoa, animal há sabedoria infinita, se recordarmos a sabedoria que nos habita então seremos livres, é nessa liberdade que se encontra o Salvador, bem dentro de nós!

Fiz um vídeo onde falo sobre este tema, fico feliz em partilhar contigo este conhecimento sobre os arquétipos, um dos pilares da Pedagogia A.M.A..

Clica AQUI!

 

Segue-me nas Redes Sociais:
Posted in Pedagogia A.M.A. and tagged , , , , .

2 Comments

  1. Muito verdade,deixamos nos aprisionar colocando a culpa nos outros onde na verdade somos nós mesmos o culpado pela nossa vida e bem estar…,
    Obrigada Sílvia Barbosa 😇
    (Parelhas RN)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.